banner-pagina-facebook-pastor-marcos-gladstone

Testemunhos

Pensava estar condenado ao inferno

testemunho_leonardoMeu nome é Leonardo de Oliveira Barbosa, tenho 36 anos, minha história começa assim... vivi meus primeiros anos de vida como católico antes de me tornar evangélico. Quando completei 10 anos mudamos para Turiaçú onde, através de uma vizinha (Sra. Ana), minha mãe se converteu a Jesus.

Iniciamos nossa caminhada com Cristo na Igreja Cristo Vive da Abolição. Após 4 anos, retornamos para o bairro de Colégio de onde ficou um pouco dificultoso o deslocamento à igreja. Principalmente, por ter um irmão novo... de colo.

Ao contratar uma babá, minha mãe foi convidada por ela à Igreja Batista Central em Colégio que ficava praticamente enfrente a nossa casa. Nos tornamos membros assíduos e lá cresci e permaneci até os 19 anos, quando me transferi para o Projeto Vida Nova de Irajá.

Estava muito alegre com a nova igreja que era “entupida” de jovens.” Mas, havia um grande problema que “martelava” meus pensamentos: eu era gay. E o sabia desde menino. Cria que na nova igreja, totalmente pentecostal, eu seria liberto ou curado.

Os anos se passaram e eu buscava mais e mais. Me envolvi ao máximo nos ministérios da igreja por pensar que, assim, Deus teria misericórdia de mim, olharia para mim e daria um basta. E os anos foram passando e a homossexualidade crescia em mim. A sexualidade gritava suas necessidades de formas quase que incontroláveis.

“Contar para o pastor, nem pensar!” Mas, havia um diácono, responsável pelos adolescentes, juntamente com sua esposa e ele me gerava confiança. Resolvi conversar com ele e contei tudo. E para minha surpresa, ele não me condenou e disse:

“- O primeiro passo é você não ter vergonha do que é.” Eu não entendi nada! Como, ele sendo diácono de uma igreja que pregava que amava os homossexuais, mas, condenava a homossexualidade, me diz tal coisa? Depois de uns minutos de conversa, ele perguntou se poderíamos levar isto ao pastor e eu disse que não.

Passaram-se alguns meses e aquele diácono que para mim se tornara um irmão mais velho e quase um pai, viajou e se mudou para Minas Gerais, através de uma proposta de trabalho. Porém, não falou ou comentou comigo. Soube através de um irmãozinho, por telefone. Fiquei desapontado. Triste. Não tinha como confiar em ninguém.

Não obstante a isso, minha fé em uma cura ou libertação foi enfraquecendo por tanto tempo sendo constante nas vigílias, jejuns, madrugadas... nada acontecia. Comecei a crer que Deus havia feito uma piada de mau gosto comigo.

Eu nasci gay e condenado ao inferno. Pois, era isto que eu aprendera tantos anos seguindo o evangelho. Como poderia servir a Deus, já sabendo que era condenado a perdição eterna? Minha cabeça era tormenta sem fim. Deixei a igreja. Me dei ao caminho para qual era predestinado.

Pensei em me matar 2 vezes. Relacionamentos frustrados. Tudo era ruim porque eu me sentia assim. Mas, mesmo no mundo e tendo as certezas mentirosas das inúmeras pregações de antes; eu não acreditava que realmente Deus pudesse ser tão mau. Eu sentia saudades Dele.

E todas as palavras de conforto, libertação, salvação que continham na bíblia? Como poderia Deus criar seres humanos para viverem em angústia por uma vida toda e predestinados ao inferno? E o livre arbítrio? Eu tinha o poder de escolher se queria seguir a Cristo ou não.

Mas, como segui-lo e renunciar minha cor, minha altura, minha voz... minha identidade sexual? Estive em um pequeno tratamento psicológico contra stress e pensei em conversar com minha psicóloga sobre mim... homossexual. Mas, não tive coragem.

Permaneci no mundo durante 11 anos. Me sentindo uma piada. Um ser humano colocado no mundo para sofrer o amor do Deus que não me queria. Mas, o Senhor olhou p´ra mim!

Ele olhou e disse: BASTA!

Um ex-colega de trabalho com quem eu mantive amizade e que sempre me convidava às boates através do Orkut, começou a me enviar scraps evangélicos; mensagens lindas da palavra de Deus. Até que uma noite, ao ler meus recados, lá estava o convite do meu amigo que havia conhecido uma igreja na Lapa e que pregava que homossexualidade não era pecado; que gays têm direito aos céus e que Deus nos amava.

Pensei: - Mais uma seita.

Respondi o recado e escrevi para que ele tomasse cuidado, pois, era nítida a condenação descrita na bíblia. Mas, ele não deixou de me enviar as mensagens e recados. E, ele enviou um recado com o endereço da nova sede.

Aquilo ficou na minha cabeça.

Tão pertinho da minha casa... E no dia 17 de Abril de 2011, decidi dar-me, pelo menos, a oportunidade da dúvida: fui à igreja. Mesmo cheio de mágoas, tristezas, reservas e outros sentimentos e emoções ruins... eu fui! Mas, o Senhor é tremendo!

Tudo começou a ser quebrado ao ser abraçado pela irmã Georgia. Que abraço maravilhoso!

Senti meu corpo inteiro ser envolvido por um afago carinhoso e cheio de amor pelo próximo. E para completar, minha chegada foi “brindada” com um sorriso luminoso, muito brilhante da irmã Kelly que me deu “A Paz do Senhor e seja bem-vindo!”

Quanto amor! O local era repleto por uma atmosfera, nunca dantes vista ou percebida por mim. Havia nuvens e fumaça do monte santo do Senhor, naquele local. Anjos de mãos dadas com irmãos e irmãs; entregando bênçãos, retirando rusgas, curando corações.

O que eu podia fazer ali, a não ser deixar sair tudo através de lágrimas e palavras?! Hoje, estou curado de tudo. Tenho sonhos de Deus para minha vida e vislumbro minha promessa. A promessa de Deus para mim. Sou repleto de paz!

Quero levar isto à tantos e tantos por este mundo que sofrem por não saber o que sei hoje.

João 8:1-59: Jesus, porém, foi para o Monte das Oliveiras. E pela manhã cedo tornou para o templo, e todo o povo vinha ter com ele, e, assentando-se, os ensinava. E os escribas e fariseus trouxeram-lhe uma mulher apanhada em adultério; E, pondo-a no meio, disseram-lhe: Mestre, esta mulher foi apanhada, no próprio ato, adulterando. E na lei nos mandou Moisés que as tais sejam apedrejadas. Tu, pois, que dizes? Isto diziam eles, tentando-o, para que tivessem de que o acusar. Mas Jesus, inclinando-se, escrevia com o dedo na terra.
E, como insistissem, perguntando-lhe, endireitou-se, e disse-lhes: Aquele que de entre vós está sem pecado seja o primeiro que atire pedra contra ela. E, tornando a inclinar-se, escrevia na terra. Quando ouviram isto, redargüidos da consciência, saíram um a um, a começar pelos mais velhos até aos últimos; ficou só Jesus e a mulher que estava no meio. E, endireitando-se Jesus, e não vendo ninguém mais do que a mulher, disse-lhe: Mulher, onde estão aqueles teus acusadores? Ninguém te condenou? E ela disse: Ninguém, Senhor. E disse-lhe Jesus: Nem eu também te condeno; vai-te, e não peques mais. Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida. Disseram-lhe, pois, os fariseus: Tu testificas de ti mesmo; o teu testemunho não é verdadeiro. Respondeu Jesus, e disse-lhes: Ainda que eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho é verdadeiro, porque sei de onde vim, e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho, nem para onde vou. Vós julgais segundo a carne; eu a ninguém julgo. E, se na verdade julgo, o meu juízo é verdadeiro, porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou. E na vossa lei está também escrito que o testemunho de dois homens é verdadeiro. Eu sou o que testifico de mim mesmo, e de mim testifica também o Pai que me enviou. Disseram-lhe, pois: Onde está teu Pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai. Estas palavras disse Jesus no lugar do tesouro, ensinando no templo, e ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora. Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Eu retiro-me, e buscar-me-eis, e morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, não podeis vós vir. Diziam, pois, os judeus: Porventura quererá matar-se a si mesmo, pois diz: Para onde eu vou não podeis vir? E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo. Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados. Disseram-lhe, pois: Quem és tu? Jesus lhes disse: Isso mesmo que já desde o princípio vos disse. Muito tenho que dizer e julgar de vós, mas aquele que me enviou é verdadeiro; e o que dele tenho ouvido, isso falo ao mundo. Mas não entenderam que ele lhes falava do Pai. Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis quem eu sou, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou. E aquele que me enviou está comigo. O Pai não me tem deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada. Dizendo ele estas coisas, muitos creram nele. Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. Responderam-lhe: Somos descendência de Abraão, e nunca servimos a ninguém; como dizes tu: Sereis livres? Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres. Bem sei que sois descendência de Abraão; contudo, procurais matar-me, porque a minha palavra não entra em vós. Eu falo do que vi junto de meu Pai, e vós fazeis o que também vistes junto de vosso pai. Responderam, e disseram-lhe: Nosso pai é Abraão. Jesus disse-lhes: Se fósseis filhos de Abraão, faríeis as obras de Abraão. Mas agora procurais matar-me, a mim, homem que vos tem dito a verdade que de Deus tem ouvido; Abraão não fez isto. Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de prostituição; temos um Pai, que é Deus.  Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou. Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. Mas, porque vos digo a verdade, não me credes. Quem dentre vós me convence de pecado? E se vos digo a verdade, por que não credes? Quem é de Deus escuta as palavras de Deus; por isso vós não as escutais, porque não sois de Deus. Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Não dizemos nós bem que és samaritano, e que tens demônio? Jesus respondeu: Eu não tenho demônio, antes honro a meu Pai, e vós me desonrais. Eu não busco a minha glória; há quem a busque, e julgue. Em verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte. Disseram-lhe, pois, os judeus: Agora conhecemos que tens demônio. Morreu Abraão e os profetas; e tu dizes: Se alguém guardar a minha palavra, nunca provará a morte. És tu maior do que o nosso pai Abraão, que morreu? E também os profetas morreram. Quem te fazes tu ser? Jesus respondeu: Se eu me glorifico a mim mesmo, a minha glória não é nada; quem me glorifica é meu Pai, o qual dizeis que é vosso Deus. E vós não o conheceis, mas eu conheço-o. E, se disser que o não conheço, serei mentiroso como vós; mas conheço-o e guardo a sua palavra. Abraão, vosso pai, exultou por ver o meu dia, e viu-o, e alegrou-se. Disseram-lhe, pois, os judeus: Ainda não tens cinqüenta anos, e viste Abraão? Disse-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que antes que Abraão existisse, eu sou. Então pegaram em pedras para lhe atirarem; mas Jesus ocultou-se, e saiu do templo, passando pelo meio deles, e assim se retirou.

Adicionar comentário

Código de segurança
Atualizar

Comentários  

 
#34 Guest 07-02-2014 13:27
Tiago bom dia,
eu vou orar por voce viu,
conte comigo,
se quiser entre em contato , não fica sofrendo sózinho não meu amigo...
abraços
 
 
#33 Guest 07-02-2014 13:26
bom dia Tiago,
vou orar por voce viu, eu entendo o que voce possa estar passando,
conte comigo.
 
 
#32 filipe 15-03-2013 19:36
Nossa fiquei emocionado com esse testemunho, sou de Paraty RJ, me chamo Filipe e gostaria muito de conhecer a igreja Contemporânea, não conheço muita coisa ai no rioa por isso não dar pra eu ir na igreja, mais sei que Deus vai me dar essa oportunidade. :D
 
 
#31 SÉRGIO 01-02-2013 20:50
EU NUNCA VISITEI ESSA IGREJA, MAS TENHO MUITA VONTADE DE VISITÁ-LA. MORO NA PAVUNA E ESTOU SEMPRE VISITANDO O SITE DA IGREJA. MUITOS TESTEMUNHOS IMPRESSIONANTES . QUE O SENHOR CONTINUE ABENÇOANDO SUA VIDA , LUCAS, PORQUE NÃO FOI FÁCIL O QUE VOCÊ PASSOU. É SÓ SE MANTER EM SINTONIA COM DEUS E O ESPÍRITO SANTO QUE A VITÓRIA É GARANTIDA!
 
 
#30 Jéssica 03-12-2012 20:41
Boa noite amiga(o)s. Estou a muito tempo sofrendo, angustiada com a vida; tudo que eu faço dar errado... ás vezes não consigo controlar minhas emoções e faço escolhas erradas... não consigo esquecer meu passado. Desde os 3 anos de idade frequentei á igrejas evangélicas, me descobri homossexual aos 10 anos de idade, aos 14 tentei expor isto a meus pais que não me compreenderam e minha vida se tornou um inferno desde então, tentei mudar por axar que Deus me condenaria ao inferno e por não conseguir me entreguei ao mundo... aos 17 anos cai em um mundo cheio de pessoas e coisas ruins... hj aos 19 estou tentando vencer.. mas tenho estado sozinha, me sinto desprezada, perdida, mal amada... sem amigos, sem irmãos, sem ninguém... quero entrar mais uma vez pelas portas de cristo, mas preciso de forças... estou muito fraca na fé... O AMOR DE DEUS ME MANTÉM DE PÉ..... MAS EU PRECISO DE FORÇAS PARA BUSCA-LO. QUERO VOLTAR A CASA DO PAI, MAS SEM APOIO NÃO SEI SE VOU CONSEGUIR.
 
 
#29 Stefany Tirre 01-12-2012 22:58
:lol: Boa Noite amigos e amigas, me chamo Stefany, tenho 21 anos e sou carioca, hje moradora da mesma cidade em que nasci, cidade maravilhosa. Sou homossexual desde os 13 anos, e desde os 6 catolica. Batizada, com Comunhão e Crismada, mais não aceita nesta religião por minha escolha! Hoje namoro a 4 meses, e depois de muitas tentativas desastrosas, creio ter encotrado a mulher da minha vida, a mãe de meus filhos! Ela não é do Rio, mora em Ronodia, e a distancia tem nos feito mto mal, mais nesse pouco tempo podemos nos conhecer o suficiente para tomar a atitude de nos casarmos e vivermos juntas! Gostaria de casar na Igreja Contemporârea, já que esta nos permite fazer nossos votos e realizarmos nosso sonho , que é o Casamento! Logo estarei indo a Igreja para poder conhece-la, e ela quando vier ao Rio, irá cmg... Estamos mto felizes e gostariamos de compartilhar nossa felicidade com todos! Espero poder contar com vcs ! Uma Boa Noite e que Deus abençoe todos vcs! :lol:
 
 
#28 Carol Silva 29-11-2012 18:54
Bom,Sou Caroline e tenho 19 anos. E já perambulei por alguns igrejas,tanto evangélicas quanto católicas e nunca conseguir me firma em uma. E por muitos anos acreditei que o problema estava na minha imaturidade ou na minha falta de objetivo para no final perceber que era apenas adaptação. Até hoje,no fundo da minha alma acredito ter algo errado comigo ou que tudo foi causado pelas minhas má escolhas ou em algum momento da separação dos meus pais algum fio desencapou( como minha mãe mesmo diz). Porém com o testemunho do Leonardo pude perceber que independente de ser hetero ou homo as pessoas tem o direito de ser feliz e buscar sua paz sem transgredir os direitos dos outros. Por isso ir me dar o direito da dúvida e conhecerei a igreja. Obg Leonardo pelo seu testemunho e que Deus continue te abençoando... ;-)
 
 
#27 Carol Silva 29-11-2012 18:54
Bom,Sou Caroline e tenho 19 anos. E já perambulei por alguns igrejas,tanto evangélicas quanto católicas e nunca conseguir me firma em uma. E por muitos anos acreditei que o problema estava na minha imaturidade ou na minha falta de objetivo para no final perceber que era apenas adaptação. Até hoje,no fundo da minha alma acredito ter algo errado comigo ou que tudo foi causado pelas minhas má escolhas ou em algum momento da separação dos meus pais algum fio desencapou( como minha mãe mesmo diz). Porém com o testemunho do Leonardo pude perceber que independente de ser hetero ou homo as pessoas tem o direito de ser feliz e buscar sua paz sem transgredir os direitos dos outros. Por isso irei me dar o direito da dúvida e conhecerei a igreja. Obg Leonardo pelo seu testemunho e que Deus continue te abençoando... ;-)
 
 
#26 Tiago 27-10-2012 20:36
Estou passando por momento muito difícil na minha vida,tenho muita vontade de ir até a igreja,mas a depressão não está me deixando...por favor orem por mim esta muito difícil. Obrigado
 
 
#25 MARIO 26-10-2012 17:42
:sad: A PAZ DE CRISTO A TODOS,BOA TARDE AMADOS,TENHO 32 ANOS E HJ VIVO EM MEIO A MUITAS QUESTÕES DE DISCRIMINALIDAD E,DENTRO E FORA DE CASA,ALEM DE SER ENTENDIDO SOU PORTADOR DE DEFICIENCIA FISICA,E ISSO VEM ME CORROENDO,NÃO SEI MAIS DE QUE FORMA DEVO AGIR,
 

tv-contemporanea

Busca Dinâmica