Oito anos de crescimento dessa geração eleita; oito anos resgatando esse povo que antes não era povo mais agora é povo de Deus, oito anos falando do Amor de Cristo e pregando o evangelho a um povo tão discriminado, tão excluído, tão condenado. Oito anos levando esperança.

Me lembro como se fosse hoje do dia em que fui evangelizado em uma noite escura, em uma esquina que ao ser dobrada representava a fuga dos problemas, o mundo da fantasia, um mundo de mascarás. Mas foi lá nessa esquina que recebi um folheto, que escutei pela primeira vez “Jesus te ama do jeito que você é, pois foi Ele que te fez assim”.

Naquela noite também recebi um abraço que jamais vou me esquecer, no momento não soube compreender o que senti, mas hoje digo com propriedade que o Espírito Santo de Deus usou os braços daquela irmã para me abraçar e dizer o quanto me amava e que nunca é tarde para um recomeço. Sim, o abraço é uma marca da Contemporânea tremendamente usado por Deus.

Cheguei à igreja no final de 2009, e de lá pra cá vivi, ouvi e vi muitos testemunhos, muitas restaurações, muitos cativeiros sendo quebrados, famílias restauradas, vidas sendo salvas. O mover de Deus é simplesmente indescritível, pois a melhor parte é vive-lo. Comemorar estes 8 anos é, além de agradecer a Deus, uma oportunidade de fazer um “flash back” e constatar como Senhor operou e nos prepara para novos desafios e novos degraus espirituais.

Quando os pastores Marcos e Fábio nos anunciaram a passagem que iria nortear esta nova fase, Isaías 61, não me dei conta do que vinha pela frente, não fiz idéia do que isso representaria em minha vida e na história da igreja.

gilson3

(Coreografia "Eu mato esse gigante", Gilson representando Golias no Retiro 2014).

Inicialmente me preocupei e busquei do Senhor, juntamente com dc. Phillipi e o MTA, direcionamento para criarmos a coreografia para o louvor “Carvalhos de Justiça”. Parecia um louvor calmo, calmo até demais, talvez difícil de ser coreografado... mas foi aí que Deus começou a falar. Ele mostrou claramente que devemos estar na dependência dEle, e que o Espírito Santo está sobre nós e nos mostra como proceder, afinal, ainda existem muitos que precisam conhecer ao Senhor.

“Coroa em vez de cinzas, óleo de Alegria em vez de pranto, vestes de louvor em vez de espírito angustiado, afim de que se chamem carvalhos de justiça plantados pelo Senhor para sua glória”, que profético, que lindo...

Talvez difícil de dançar, um desafio, mas é uma promessa maravilhosa. Pois bem, foi neste momento que veio o Flash Back, pois antes da coroa existia cinzas; antes do óleo de alegria, havia pranto; antes das vestes de louvor havia um espírito angustiado.

Sim, eu estava assim, e também vi muitos assim. Foi aí que Deus me fez lembrar das palavras do pastor Fábio no gabinete: “O carvalho de justiça é uma árvore que resiste a tempestades terríveis, mas depois floresce lindamente”.

Estava perplexo, me questionava, mas ainda não entendia muito o que Deus estava dizendo, lembrei então do restante da frase: “Os estudiosos dizem que quanto mais belo for o carvalho por mais tempestades ele passou”. Sim, as tempestades que passamos em nossas vidas nos fazem belos espiritualmente. E assim estamos para a glória do Senhor.

Juntamente com o aniversário da igreja completei três anos como Diácono. Três anos onde precisei vivenciei, mesmo sem saber, Isaias 61. No dia 06/09 realizamos na sede um culto especial onde todos os pastores, diáconos, obreiros e levitas renovaram seus votos...

E eu, para honra e glória do Senhor, estava lá. Sim, eu resisti às tempestades, eu resisti bravamente às tempestades que por vezes atribularam minha vida. Pela graça e misericórdia do Senhor eu estou aqui como um soldado neste imenso exército de Cristo, pregando as boas novas, firme e florescendo com um carvalho de justiça.

Este aniversário de 8 anos está sendo uma oportunidade fantástica de refletir quão grande é o Senhor e o tanto que Ele me sustentou. Quando subi ao altar no sábado para novamente sentir o óleo do Senhor escorrendo pela minha cabeça, ainda estava sem entender muito o que Deus estava fazendo comigo, mas agora percebo que Ele estava me preparando para falar, para poder compartilhar aqui com você que lê esta mensagem um pouco da minha experiência, e dizer que se Ele operou na minha vida, também o pera na sua; que se Ele me sustentou, também te sustenta; que se Ele me chamou para servir em seu exército, também te chama. Você, assim como eu, é um Carvalho de Justiça plantado pelo Senhor para sua glória.

Graça e Paz!
Dc Gilson Carlos

Postado em 10/9/2014

 

Add comment

Security code
Refresh

 banner livro amor entre iguais 2

 

YouTube Igreja Contemporânea

banner site ebook bíblia

 

marcos